NOTA DE REPÚDIO

A Diretoria Executiva e o Conselho Deliberativo do Democrata Futebol Clube vêm, por meio desta, manifestar sua insatisfação e repúdio ao tratamento que vem recebendo da Administração de Estádios de Minas Gerais (ADEMG), mais especificamente do funcionário desta autarquia, Feliciano Alves Diniz (Sr. Alves).

 

Como é de conhecimento público, em julho de 2009, o Democrata celebrou contrato com o Governo do Estado de Minas Gerais (Estado), com interveniência da ADEMG, através do qual cedeu, em comodato, o Estádio Joaquim Henrique Nogueira (Arena do Jacaré) para que lá fossem feitas obras que permitissem aos clubes de Belo Horizonte o seu uso durante o período de reformas do Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão) para a Copa do Mundo de Futebol de 2014.

 

Por ser proprietário da Arena do Jacaré, é lá que o Democrata faz seus jogos, ainda que tenha que pagar taxas as quais considera imorais. Contudo, desde o início da relação com a ADEMG, o Clube e sua diretoria vêm passando por constrangimentos provocados pelo Sr. Alves, que insiste em desqualificar o proprietário do Estádio.

 

Entre outras situações, a diretoria destaca:

 

– Cobrança de taxas para utilização da Arena sem a devida apresentação do Documento de Arrecadação Estadual (DAE), indispensável para qualquer recolhimento aos cofres do Estado;

 

– Desacato frequente a diretores e funcionários do Democrata, utilizando-se de deboche e palavras de baixo calão;

 

– Privilégio a outras agremiações esportivas que se utilizam da Arena, ainda que em débito com o Estado de Minas Gerais;

 

– Aluguel frequente do Estádio para peladas entre amigos, inviabilizando o seu uso para treinamentos/jogos, ainda que esporádicos, das divisões de base do Democrata; e

 

– Tentativas sucessivas de prejudicar a exploração do estacionamento da Arena do Jacaré por pessoal contratado pelo Democrata.

 

Por fim, deseja a administração democratense que medidas enérgicas sejam tomadas por parte do Estado de Minas Gerais, visando manter, ao menos, um cordial relacionamento entre as partes, uma vez que o contrato de comodato vigorará até 2019.

 

Nunca é demais lembrar que o Democrata Futebol Clube é PROPRIETÁRIO/COMODANTE do Estádio Joaquim Henrique Nogueira e não um intruso ou inquilino inadimplente.

 Sete Lagoas/MG, 04 de novembro de 2013.

   Diretoria Executiva

Conselho Deliberativo

 

 

 

O democrata mantém o site, em parceria com a Ariaserv. Se você gostou do Layout desta pagina e deseja o melhor serviço de host da internet, acesse www.cms.ariaserv.com

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *